Medicina Nuclear: Radiotraçador multicâncer ganha o Imagem do Ano

A Imagem do Ano de 2019 da SNMMI demonstra a captação do FAPI em 12 entidades de tumores epidemiológicos, incluindo altos valores de captação em câncer de pulmão, mama, próstata, esôfago e pâncreas.

26 Jun, 2019

A Sociedade de Medicina Nuclear e Imagem Molecular (SNMMI) concedeu o prêmio “Imagem do Ano” ao grupo de pesquisadores alemães que usou o radiotraçador à base de gálio-68 (Ga-68) que pode detectar 28 tipos diferentes de câncer. O radiofármaco atua como um inibidor da proteína de ativação de fibroblastos (FAPI), que tem como alvo as proteínas superexpressas presentes no câncer. O resultado é uma delineação do tumor excepcionalmente clara e alto contraste de imagem. Os pesquisadores acreditam que a sua versatilidade permite novas aplicações no diagnóstico não invasivo, estadiamento e tratamento para uma variedade de condições.

"Imagens com novos traçadores como o desenvolvido - e muito bem demonstrado neste estudo em uma ampla variedade de tipos de câncer - mostram o poder da imagem molecular para caracterizar tumores", disse o Dr. Umar Mahmood, presidente do SNMMI Scientific. Segundo o Comitê de Programa: "a Imagem do Ano sintetiza o grande progresso feito em nosso campo no desenvolvimento de novos agentes de imagem para ajudar a otimizar a terapia do câncer para pacientes individuais através de tal caracterização não invasiva".

radiofármaco Ga-68 FAPI foi apresentado na edição de junho do Journal of Nuclear Medicine . Nesse artigo, o principal autor Dr. Clemens Kratochwil, do Hospital Universitário de Heidelberg, e seus colegas escreveram: "Várias entidades tumorais epidemiologicamente importantes, em particular o câncer de mama, esôfago, pulmão, pâncreas, cabeça-pescoço e colorretal, apresentam uma absorção notavelmente alta em Ga-68 FAPI PET/CT. Isto pode abrir novas aplicações para a caracterização não invasiva do tumor e exames de estadiamento ".

Mais especificamente, a Imagem SNMMI do ano de 2019 demonstra a captação do FAPI em 12 entidades de tumores epidemiológicos, incluindo altos valores de captação em câncer de pulmão, mama, próstata, esôfago e pâncreas.

Ao contrário do FDG-PET / CT, o Ga-68 FAPI PET / CT pode ser realizado sem preparação específica do paciente, como jejum e reclinação durante o tempo de captação, e o tempo de captação é muito curto em aproximadamente 10 minutos. Além disso, esta pesquisa pode se tornar um ponto de partida para o desenvolvimento de tratamentos contra o câncer no futuro.

"As imunoterapias podem ser altamente eficazes em alguns pacientes e sem qualquer atividade antitumoral em outros pacientes", disse Dr. Uwe Haberkorn, professor e chefe de medicina nuclear do Hospital Universitário de Heidelberg, em um comunicado. "Atualmente, os biomarcadores preditivos para a seleção apropriada de pacientes são limitados. Devido ao seu papel biológico, o diagnóstico direcionado ao FAP tem o potencial de ser um biomarcador preditivo".

O FAPI PET Ga-68 também pode acrescentar valor diagnóstico importante a subtipos desafiadores de câncer, como o câncer de pâncreas, ovário e colorretal, que são difíceis de avaliar no FDG-PET. Além disso, poderia potencialmente promover uma nova maneira de avaliar pacientes com patogênese inflamatória crônica ou infarto do miocárdio.

Legenda: Ga-68 FAPI PET / CT em pacientes mostra 12 diferentes entidades tumorais. Ca = câncer; CPNPC = câncer de pulmão de não pequenas células; CUP = carcinoma de primário desconhecido; CCC = colangiocarcinoma; GEP-NET = tumor neuroendócrino gastroenteropancreático. Imagens: cortesia de Kratochwil et al e SNMMI.

Fonte: AuntMinnie.com



Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS