Dasa e Abril premiam inovação em Medicina

A segunda edição do prêmio que reconhece projetos inovadores em saúde vai revelar trabalhos médicos em áreas como prevenção, diagnóstico e tratamento.

29 Jul, 2019

O Prêmio Abril & Dasa de Inovação Médica é uma iniciativa dos grupos Abril e Dasa, com a curadoria da Revista Saúde, que tem o objetivo de reconhecer projetos e profissionais médicos que fazem a diferença nas áreas científica, clínica e assistencial, com potencial inovador capazes de mudar a vida e a saúde das pessoas. A premiação focada em projetos de pesquisa liderados por uma equipe médica está recebendo indicação de trabalhos para a sua segunda edição. 

Os trabalhos podem ser inscritos em cinco categorias: Inovação em Medicina Diagnóstica - contempla estudos e demais projetos, de impacto clínico e/ou acadêmico, nos campos das análises clínicas, patologia, radiologia e diagnóstico por imagens; Inovação em Prevenção - aberta a pesquisas, experimentos e campanhas que objetivam à prevenção primária de doenças ou à redução do risco de patologias, comportamentos ou situações que ameacem o bem-estar físico e/ou mental; Inovação em Genética - abarca pesquisas e demais iniciativas, que tem ou terão impacto na realidade clínica, nos âmbitos da detecção, do controle e do tratamento de doenças, bem como ferramentas para melhorar o entendimento da biologia humana e a eleição de terapias; Inovação em Tratamento - abrange todas as especialidades da medicina que desenvolvem estudos com propostas terapêuticas, visando à cura ou ao controle de patologias ou, ainda, promovendo a qualidade de vida dos pacientes, e Inovação em Medicina Social - se destina a projetos assistenciais ou educativos concebidos e/ou realizados por médicos e demais profissionais com atuação sobre um grupo específico ou a população como um todo, tendo a meta de promover o acesso dos cidadãos a recursos que beneficiem a saúde. 

Os trabalhos são indicados à comissão organizadora do prêmio, que, após averiguar os critérios propostos no regulamento, os submete à avaliação de um júri de especialistas. Este ano o professor Giovanni Guido Cerri, titular da Disciplina de Radiologia e Oncologia da FMUSP e presidente do Conselho Diretor do InRad HCFMUSP, integra a banca julgadora composta por Claudia Lage; José Eduardo Levi; Magda M. S. Carneiro Sampaio e Maria Isabel Achatz.

Por meio de suas avaliações são escolhidos três finalistas por categoria, e a análise dos jurados, somada a uma votação popular de menor peso, ainda definem um vencedor por categoria, que será conhecido na cerimônia de premiação.Os vencedores serão revelados numa cerimônia em São Paulo, outubro de 2019, e receberão um troféu especial, além da divulgação na revista Saúde.

 

Os candidatos devem enviar o trabalho por e-mail para premioinovacaomedica@gmail.com e receba todas as coordenadas para inscrição. Para mais informações acesse o site http://premiodeinovacaomedica.com.br/.

 

Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS